domingo, 20 de setembro de 2009

SARAU BEM BLACK - CHEGOU A HORA!!

.
.

SARAU BEM BLACK - I EDIÇÃO
.


Espaço para a poesia divergente
!


Sarau Bem Black começa quarta (dia 23)
com participação do rapper brasiliense GOG



O coletivo Blackitude – Vozes Negras da Bahia lança na próxima semana, dia 23/09, o Sarau Bem Black – Palavras Faladas da Blackitude, espaço para valorização da poética divergente. Nesta primeira etapa, serão quatro rodadas, sempre às quartas, a partir das 20h, no Sankofa African Bar, Pelourinho. E para começar em grande estilo, o Sarau contará com a presença do rapper brasilense GOG, que se junta aos anfitriões Nelson Maca e Negra Íris e aos poetas convidados da estréia: os baianos José Carlos Limeira e Jocélia Fonseca.

Inspirado do Sarau da Cooperifa – que há sete anos reúne centenas de pessoas, todas as quartas, na periferia paulista – o Sarau Bem Black adapta a idéia das tradicionais rodas poéticas ao estilo Blackitude, que trabalha com várias vertentes da arte negra, em especial do hip hop. Por isso, a noite também contará com um DJ residente, Joe, que a cada semana tocará um estilo musical. No primeiro dia, o escolhido foi o reggae, através das canções de Bob Marley. Ainda na programação, as participações dos cantores Lázaro Erê (Opanijé) e Robson Véio (Lumpen) e projeção de vídeos.

“Nossa idéia é que o Sarau Bem Black sirva como um espaço aglutinador para quem gosta de ouvir e recitar poesia e também para aqueles que desejam conhecer outras vozes da poética baiana”, afirma Nelson Maca, idealizador do projeto. Ele chama atenção para o caráter democrático do sarau, que reservará um espaço de “microfone aberto” para quem quiser mostrar seus versos.

A cada edição, o Sarau receberá dois convidados. Os próximos encontros serão nos dias 30 de setembro e 07 e 14 de outubro. Para particpar "gratuitamente" os interessados deveminserir seus nomes em lista prévia às 12h do dia de cada sarau, aqui mesmo, no espaço dos comentários, ou no
blackitude@gmail.com / Na hora do evento, para não inscritos, o custo é 10,00. Motivo: espantar problemas (você me entende?).
.......................................



SERVIÇO

Evento: Sarau Bem Black – Palavras Faladas da Blackitude
Quando: quartas-feiras (23/09, 30/09, 07/10 e 14/10), 20h30
Onde: Sankofa African Bar (Rua Frei Vicente, 7, Pelourinho)
Ingressos: R$10. Grátis para quem fizer reserva antecipada aqui no saraubemblack.blogspot.com e no
blackitude@gmail.com
........................................


PROGRAMAÇÂO

.

18:00: DVD Cartão Postal Bomba – GOG
Com a presença do Rapper
20:30: Poesia: Nelson Maca e Negra Íris, José Carlos Limeira e Jocélia Fonseca
Participação: Lázaro Erê e Robson Véio
21:30: Microfones abertos aos poetas da platéia
22:30: DJ Joe toca Bob Marley

Informações:
blackitude@gmail.com
Para inserie o nome na lista:
blackitude@gmail.com ou no espaço de comentáris abaixo.
......................................



OS ANFITRIÕES


NELSON MACA

.

Articulador do Coletivo Blackitude: Vozes Negras da Bahia, é poeta e professor de Literatura Brasileira da UCSal. Tem previsto, para novembro de 2009, o lançamento de seu primeiro livro de poemas: Gramática da Ira. Está em processo de gravação de um cd de poesia com lançamento previsto para 2010, e que contará com diversas participações, dentre outras, do rapper GOG de Brasília, do poeta Sergio Vaz de São Paulo, da atriz Vera Lopes de Porto Alegre e do percussionista Jorjão Bafafé do Bloco Afro Okanbi, que assina as percussões do disco.


NEGRA ÍRIS

.

Componente do coletivo Blackitude, é cantora do grupo de rap RBF – Rapaziada da Baixa Fria do bairro do Cabula. Vencedor de edital de cultura digital da SECULT-BA-2008, o grupo lança em novembro próximo “Reação Sankofa” - um conjunto de faixas disponibilizadas gratuitamente na internet. Negra Íris é estudante do Curso de Artes Plásticas da UFBA e atua com arte-educadora. Como cantora e declamadora, forma parceria com Nelson Maca em recitais e também no cd a ser lançado em 2010.


DJ JOE


.

Morador do Cabula, DJ Joe é um dos principais articuladores do coletivo Blackitude. Ex-integrante do grupo RBF – Rapaziada da Baixa Fria, tem desenvolvido projetos em sua comunidade, envolvendo os quarto elementos da cultura hip hop, assumindo pessoalmente o comando dos pick ups. Atua como dj residente dos eventos e parcerias da Blackitude, com o qual desenvolveu, em parceria com o Instituto Cultural Steve Biko duas Oficinas de Formação de Jovens DJs, monitorando o DJ Edílson. No Sarau Bem Black, tem a tarefa de, a cada uma das 4 edições inaugurais, homenagear um ícone na música negra mundial na seguinte ordem: Bob Marley (Jamaica), James Brown (EUA), Fela Kuti (Nigéria) e Tim Maia (Brasil). Transversalmente, estará, também, prestando a homenagem do Sarau Bem Black ao astro pop Michael Jackson.
............................................



OS CONVIDADOS


GOG

.

Considerado um dos principais nomes do rap nacional, é conhecido nacionalmente como o “poeta do rap”. Realizando o rap consciente, Genival Oliveira Gonçalves, o GOG, tem 25 anos de carreia no hip hop, tendo iniciado com b.boy (break) e se estabilizado como MC no Distrito Federal. Ele tem 9 CDs autorais originais lançados, além de um cd ao vivo, e diversas participação em CDs de grupos e coletâneas nacionais. Produzir duas coletâneas com diversos grupos emergentes (GOG Convida). GOG lançou, e 2009, seu primeiro DVD, Cartão Postal Bomba. Este é considerado a produção mais profissional e bem elaborada esteticamente que se tem notícia no rap nacional. Além a formação original com DJ e MCs de apoio, em seus dois trabalhos atuais, lançados simultaneamente, ambos com o título Cartão Postal Bomba, conta com o acompanhamento da banda brasiliense MPB Black além das as participações ilustres de Gerson King Combo, Lenine, Maria Rita, Paulo Diniz e do poeta Sergio Vaz da Cooperifa. (http://www.gograpnacional.com.br/)


JOSÉ CARLOS LIMEIRA

.

José Carlos Limeira é, seguramente, um dos poetas mais consagrados da chamada literatura negra brasileira atual. Publica desde a década de 70 quando se consagra com seus dois primeiros livros, , Arco-Íris Negro e Atabaques, escritos a quatro mãos com o também consagrado poeta negro carioca, Èle Semog. Participa dos cadernos Negros desde sua primeira edição - há 30 anos atrás. Em 2008, teve alguns de seus poemas gravados no cd Noite da Liberdade, com produção do DJ Edilson (Blackitude), pela coleção Voz & Poesia da Fundação Gregório de Mattos.


JOCÉLIA FONSECA

.

Pertence ao coletivo Importuno Poético, com o qual realiza recitais performáticos de poesia e publicou de um libreto de poesia com o mesmo título. Promove diversos eventos de poesia na cidade. Estudante de Letras, Jocélia Fonseca é uma poeta com presença marcante na cena cultural de Salvador na última década. Aproximando-se mais da poesia negra em seus últimos recitais, principalmente na interpretação de poemas de José Carlos Limeira, ela é, seguramente, uma das grandes vozes da poesia declamada da Bahia.
..............................................



O LOCAL


SANKOFA AFRICAN BAR

.

Bebidas e comidas africanas; música de qualidade com programação diversificada, filmes, clipes e documentários que resgatam a cultura Africana. Tudo isso acontece no Sankofa African Bar e Restaurante. A África é um continente de grande diversidade cultural que é fortemente ligada à cultura brasileira. Por isso o Sankofa quer partilhar com o povo brasileiro e o mundo um pouco dessa cultura rica. Tudo isso lá na Rua Frei Vicente, nº7, Pelourinho.

Sankofa é um símbolo gráfico de origem Akan, tribo da África ocidental, sobretudo Gana e Costa do Marfim. A palavra tem uma conotação simbólica no sentido da recuperação e valorização das referências culturais africanas. Sankofa significa “nunca é tarde para voltar e apanhar aquilo que ficou atrás”, ou seja, voltar às suas raízes e construir sobre elas, o progresso e a prosperidade.


.

Um comentário:

  1. inserie ai!

    fabio bispo cavalcante dos santos ( raif , grupo: otra vidda)

    ResponderExcluir